A Comunidade também sente!

   Em entrevista hoje à Rádio TransAmérica de Criciúma, por telefone o representante do nosso Centro Acadêmico Paulo Henrique (Paulão) pode expor à comunidade Regional a situação em que se encontra nosso Campus.
   Após a participação de nosso representante iniciou-se uma conversa entre os apresentadores: Giselle Tiscoski e Elias Pavani, onde pudemos perceber que não só a Cidade de Araranguá, mas toda a região sul tem muitas expectativas com a implantação da UFSC em seu território.
   Citando a Federalização da FURB (Fundação Universitária Regional de Blumenau), Giselle questionou a posição da UFSC e dos líderes da região em implantar um campus universitário sem as mínimas condições de permanência e boa formação enquanto federalizam outra na região do Vale do Itajaí .
   Elias Pavani também citou o descaso da reitoria da UFSC com os estudantes que protestam e exigem explicações aos problemas que, cada vez mais, aumentam.
   O que a UFSC trouxe a Araranguá ou a Região Sul? Que mudanças podemos perceber?
   Está claro que a Comunidade já está sentindo esta falha e, junto conosco, exigindo explicações.
   O medo é que nossos alunos só percebam quando forem exercer suas profissões ou, o que é pior, nunca venha a reparar a verdadeira situação em que se encontram.

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário