Reitor comparece à assembleia dos estudantes para responder reivindicações,

Após histórico e análise de conjuntura apresentados pela direção do Diretório Central dos Estudantes (DCE), o reitor Alvaro Prata teve a oportunidade de responder às reivindicações da categoria na assembléia geral dos alunos realizada nesta quinta-feira (25/8), às 12h, no hall da Reitoria. Respeitosos e em grande número, os estudantes ouviram atentamente o pronunciamento do reitor. Em síntese, Alvaro Prata destrinchou os quatro pontos pendentes elencados em documento entregue à Reitoria.
O reitor, aplaudido ao concordar com o diagnóstico dos estudantes, frisou que a Administração Central faz “um enorme esforço” para atender aos pleitos discentes, lembrando ainda que “os inimigos da universidade não estão no campus e sim distantes daqui”. A nova carta encaminhada ao DC resume o que o reitor explicou nos cinco minutos concedidos pela assembléia, que teve duração de uma hora e meia.



Fotos: Wagner Bher / Agecom

A seguir a íntegra do documento entregue ao Diretório Central de Estudantes:
Ofício n.º469 /2011/GR
Florianópolis, 24 de agosto de 2011
Ao
Diretório Central dos Estudantes Luís Travassos
Nesta
Em atenção ao Ofício 140/2011, datado de 23/08/2011, endereçado a este Gabinete, esclarecemos:
1 – Quanto à manifestação pública da Administração sobre as negociações em nível nacional entre a Fasubra e o Governo Federal, além das manifestações já feitas à imprensa, há um pronunciamento do Reitor disponível no site da UFSC, onde deixa clara a preocupação da instituição com as dificuldades que estamos vivenciando, que afetam principalmente os alunos, em função da greve dos servidores técnico-administrativos. Nele, o Reitor é firme quanto à imperiosa necessidade de que o Governo abra um canal de negociação com os servidores e estes sejam contemplados em suas demandas e a Universidade volte a funcionar normalmente. Além disto, está sendo enviado, nesta data, Ofício ao Ministério da Educação, que destaca as dificuldades por que passa a Universidade, principalmente pelo fechamento do Restaurante Universitário e Biblioteca Central, e aponta para a urgência de que aquele Ministério intermedeie as negociações, buscando uma solução para a greve.
2 – Conforme informado em nosso Ofício n.º 460 /2011/GR, de 22/08/2011, a contratação de servidores docentes e técnico-administrativos depende de autorização do Governo Federal. Reafirmamos nosso empenho, não somente neste momento, mas desde o início de nossa gestão, no sentido de ampliar o quadro de servidores para atender à demanda crescente de pessoal. Com o encaminhamento, pelo executivo, de Projeto de Lei ao Congresso e a conseqüente aprovação deste, teremos já neste semestre a possibilidade de realizarmos pelo menos os 150 novos concursos para as vagas do REUNI.
3 – As obras e serviços no Campus de Florianópolis e nos Campi do interior, incluindo aquelas previstas no REUNI, poderão ser acompanhados, em detalhes, no site do Departamento de Obras e Manutenção Predial (DOMP): http://domp.ufsc.br. Encontram-se ali especificados os serviços em levantamento, em licitação, contratados, em execução e concluídos, com informações sobre área construída ou em construção, valor contratado, empresa contratada, data de início da obra, data de previsão do término da obra. Especificamente sobre o acompanhamento das obras, são informados ainda: nome do fiscal na UFSC, data da vistoria, percentual executado, descrição dos serviços e, finalmente, um registro fotográfico detalhado.  Qualquer informação adicional poderá ser obtida diretamente no DOMP ou através deste Gabinete.
4 – Em relação à Bolsa Permanência, a Administração Central compromete-se a reajustar o seu valor. A dificuldade neste momento é que os recursos da UFSC associados à Assistência Estudantil/REUNI e ao PNAES já estão comprometidos com déficit. Este reajuste terá que vir do orçamento com limitações em outras ações. Propomos um reajuste de R$364,00 para R$400,00, a partir de agosto/2011, e R$420,00, a partir de março/2012.
5 – Gostaríamos de ressaltar que a Administração tem-se mostrado aberta às negociações com o movimento estudantil. Temos respondido com presteza às manifestações do DCE. Prontamente atendemos à reivindicação de não haver corte de vagas no Curso de Graduação Economia para o vestibular de 2012 e mantemos nossa posição contra o corte de vagas na UFSC. Atendemos à reivindicação de uma manifestação incisiva do Reitor para abertura de negociações entre Fasubra e Governo Federal, através de um vídeo que já obteve grande divulgação através do site da Universidade e das redes sociais. Estas ações atestam o esforço desta administração para a construção de uma democracia plena na nossa Universidade, baseada no diálogo com todos os segmentos e na livre expressão de idéias.
Continuamos abertos ao debate e ao entendimento.

Administração Central
Universidade Federal de Santa Catarina


Fonte: http://noticias.ufsc.br/2011/08/25/reitor-comparece-a-assembleia-dos-estudantes-para-responder-reivindicacoes/

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário